IDENTIDADE

07-05-2021

Talvez das perguntas que as pessoas mais me fazem é "qual é o meu propósito no mundo?" ou "quem é que eu sou?".  

Na realidade, por meio do trabalho que faço com os Desenhos d'Alma, tenho a possibilidade de aceder à informação que está na matriz de cada ser, isto é, a informação armazenada no núcleo da Alma, que não está condicionada pela vontade do SER. E por isso muitas vezes as respostas àquelas perguntas fazem-se com uma outra pergunta: "mas afinal quem queres ser?".

Sinto verdadeiramente que o que bloqueia cada pessoa de ver a sua essência é o seu desejo, mesmo que inconsciente, de se projectar numa realidade que não é a sua. Uma vontade de ser reconhecida, de estar em igual competição com outras pessoas, de ser aceite.... E estas pequenas coisas criam uma ilusão que se transforma num caminho que não é coerente com o nosso caminho de Alma.

É por isso que partilho sempre que o nosso propósito é evoluir, dos diferentes aspectos humanos. Por isso, todas as áreas da tua vida que sintas presas ou bloqueadas, são elas que te estão a indicar o caminho, é essa pedra que tens de partir, mas não em esforço, apenas em rendição, observando quais os aspectos ali manifestados, quais as emoções que são activadas, e quais os nós que crias em bloqueio à evolução daquele problema/situação. Ao compreenderes que um bloqueio está na tua vida para que possas transcender-te, vais entende-lo como um aliado, e não vais perder energia a lutar contra ele. E assim, rendendo às evidências, podes entender o que realmente queres para a tua vida, de que forma a queres viver e abres espaço para edificar a tua identidade, seja a da tua matriz, ou a da tua vontade.

Desde que sejas coerente, podes ser quem quiseres, mas lembra-te, permite-te evoluir, em qualquer aspecto da tua vida, desse modo estarás a cumprir a tua missão terrena.