TOBIAS

24-11-2021

Hoje o Tobias decidiu que não queria acordar. Deixou que a sua alma fosse levada pela noite. E através dessa viagem, por entre a liberdade num lugar sem tempo, e sem espaço, sentiu que não valia a pena regressar.

Na realidade, a sua vida, na sua condição física, não foi mais que uma experiência de aprisionamento, baseado em medos que o faziam duvidar e suspeitar de qualquer humano.

Assim, os poucos meses que viveu, resultaram numa experiência que não o completaram, pois sempre que arriscava algo diferente, era invadido pelo medo que o circundava, sentindo-se ele mesmo inseguro de dar um salto para lá do telhado.

Mas hoje ele escolheu a liberdade. Escolheu a oportunidade de um novo começo. Através de uma nova vida.

Sem tempo para despedidas, este pequeno ser seguiu o seu caminho. Uma vez que não conseguiu mudar o que o rodeava, decidiu mudar-se a si mesmo. Abrindo lugar para esta morte, que permite agora o seu renascimento.

Sinto que a vida deste gatinho me trouxe a lembrança que não adianta viver com medo. De pouco vale alimentar inseguranças ou medos. É importante nutrir respeito, mas é importante também viver, e aproveitar tudo aquilo que a vida tem para nos dar.

É importante sabermos usar as nossas asas, pernas ou braços, para que seja possível voar, caminhar ou escalar uma montanha.