MADEIRA - EIXO PLANETÁRIO

26-03-2021

Em dezembro de 2020, durante um retiro no Egipto, senti que em março de 2021 deveria de estar na Madeira para poder expandir o ponto energético que se encontra nesta ilha. Eu pensava que essa era a "única" tarefa... e confesso que não podia imaginar o que me esperava... por isso sinto de partilhar com vocês a informação que surgiu.

Para esta missão contei com o apoio incondicional de alguns amigos que se prontificaram a embarcar nesta viagem comigo, servindo como âncoras energéticas a estre processo.

Pelo caminho fui também sendo direcionada para pessoas e serviços que nos levaram aos lugares certos, no tempo certo, reforçando a confiança no fluxo da vida.

O primeiro dia começou com a companhia do Jorge da Madeira Moutains Tours que nos conduziu ao coração da Madeira, por entre o trilho das 25 fontes. Neste lugar senti toda a história da ilha, a sua ancestralidade, que sinto ser bem mais antiga do que aquilo que realmente se conhece. As levadas de águas formam canais sagrados que conduzem este elemento, como um fluxo vital que permite gerar vida por toda a ilha. Aqui foram activados vários processos em cada um de  nós, de forma a permitir a expansão da nossa essência.

No segundo dia, de mapa na mão, fomos ao encontro do eixo energético da ilha que faz a conexão com toda a rede planetária. Nesse ponto senti de fazer a integração de cada uma das minhas partes, permitindo a expansão do meu campo energético, de forma a criar o campo toroidal em torno de mim, mas à medida que o visualizava, percebi que este campo estava a expandir-se por todos os seres ligados a mim, e também a todo o planeta. Quando terminamos a meditação, percebemos que era a hora certa do Solstício. A alegria foi tanta que dançamos e celebramos a vida. 

No terceiro dia fomos convidadas a embarcar no mar e estar em contacto com os seres marinhos, e talvez por ser uma actividade diferente, eu achei que seria um dia de descanso/lazer. O meu amigo Higino cuidou de nos conduzir até a um grupo de golfinhos, e a viagem foi a bordo da H2O Madeira. Enquanto estivemos no mar senti necessidade de entoar sons que formaram uma melodia de saudade, como se a minha alma reconhecesse aquele pedaço de mar, bem como a matriz manifestada naquele eixo. A dado momento a energia foi tão forte que era impossível controlar o som que era vocalizado.

A tarefa foi concluída no quarto dia, novamente na companhia do Jorge, que com a sua calma e paciência me motivou nesta viagem  (mais exigente para mim) por entre o Pico do Arreeiro e o Pico Ruivo. Nestas montanhas, mais do que a viagem física, foi complexo para mim entender as viagens astrais que foram activadas. Sentia como se as montanhas se desdobrassem em partes, projectando-me para lugares diferentes do planeta. Este reconhecimento foi importante para poder expandir a energia deste centro energético. Em meditação reconheci todo o potencial deste lugar, pedindo aos guardiões deste núcleo a activação do mesmo. E apesar do cansaço, senti o meu coração radiante, pois senti em mim que a missão tinha sido cumprida.

Mas como cada ser é eterno, e nós somos convidados a uma permanente evolução, esta tarefa veio abrir as portas para mais uma missão de vida.

Para quem me conhece sabe que estou ligada à energia de Lys. Não costumo falar disto porque sinto Lys de uma forma diferente daquilo que costuma ser falado, e por esse motivo, resguardo o meu sentir para mim. Porém, no dia 10:10:2020 recebi a mensagem que "estava na hora de abrir o Coração de Lys ao Mundo". O que se abriu na Madeira foi o convite à activação do portal desta energia a nível mundial. Por este motivo, vou continuar a seguir o meu coração e continuar com esta peregrinação de alma, de forma a possibilitar a activação desta energia a nível planetário.

Novidades em breve.