Guardiãs da árvore da Vida

NEW

Segundo a Mitologia Grega, o Jardim das Hesperides era palco de mistérios e prazeres ligados às "pomos" de ouro. Desde a semente deste fruto que Gaia entregou a Hera, nasceria o broto que se tornou árvore. O aroma perfumado das suas flores teria a capacidade de despertar a alma adormecida e devolvê-la à consciência do paraíso. Os seus frutos de ouro seriam considerados fruto da vida eterna. Algo tão precioso iria contar com algumas guardiãs, que de pronto começaram a usar os frutos para próprio deleite. Hera evoca assim Ladão, o Dragão com corpo de serpente e de cem cabeças, para se tornar o complemento masculino no papel de guardião. Desta história bonita, sabe-se hoje em dia que os Gregos chamavam a uma parte da Península Ibérica "Ophiussa" que significa "terra das serpentes". Conta-se até historias sobre um povo de Ofis que fazia adoração às serpentes. E por entre histórias e mitos, a verdade é que as Serpentes e Dragões estão a fazer o seu despertar. E por entre o que pode ou não ser real, mito ou lenda, sinto que a simbologia deste jardim nos convida ao reconhecimento interno da matriz que nos habita e incendeia a nossa alma. Tenho sentido que por vezes me deixo levar numa amnésia onde esqueço ou me afasto de tudo o que sei e sinto. Um movimento inconsciente que me faz abandonar a consciência do todo, e viver na pequena consciência humana rodeada de preocupações. Ao despertar, ao abrir os olhos e fazer-me corpo deste deleite que é o reconhecimento dos aspectos mais divinos deste mundo, regresso a mim. Desperto a alma que se incendeia como uma "pomos" de ouro, e expando a visão interna e externa, para cuidar do meu jardim interior ✨️
Bem vindas sejam Hesperides, Ladão ou simplesmente Ofiusas

22,00 €